Madeira

Um vinho único, que acarreta um património histórico incrível,…blablá…blablá….Podemos passar horas a falar deste néctar… dirigimo-nos ao vinho da madeira como se fosse história e com muito respeitinho! Como se quase não fosse para beber a não ser num solene momento. Ora, desmistifiquemos este conceito e percebamos do que se trata, de modo a o consumirmos mais vezes e de forma despreocupada, informal e prazerosa como o consumo de qualquer vinho de classe mundial deve ser. Por isso aqui vamos nós!

4 Coisas que qualquer pessoa deve saber para que Madeira, se torne um prazer absoluto.

  • Madeira é um vinho fortificado que se produz numa ilha com o mesmo nome pertencente a Portugal ao largo da costa de Marrocos. Ok esta foi trivial, mas tinha que começar por aqui!
  • Madeira tem 4 estilos que podemos relacionar com as castas usadas para o fazer:DSC_0261IMG_1790
    1. Sercial (Seco)
    2. Bual (Menos Secos)
    3. Verdelho (Meio Seco)
    4. Malmsey (Doce)
  • Agora vem a parte boa: Devido ao processo de como é feito, a que chamamos de estufagem, este vinho pode-se beber de qualquer modo e feitio, guardado com tampa, deixado uma semana ao ar… não interessa, ele aguenta tudo!
  • O vinho da Madeira tem apenas um ponto contra: O preço! O processo de fabrico, armazenagem é longo e complicado, por isso os preços são altos para a maioria das bolsas portuguesas. No entanto aqui vão umas dicas: procurem colheitas e indicações de idade mais recentes, os 5 anos e 10 anos, nestas gamas os preços ainda são para gente normal.

Sim, haveria imensa coisa para dizer e para saber, os grandes críticos e teólogos do vinho estarão por esta altura a pensar que será um sacrilégio não ter falado dos frasqueiras, do canteiro, da Tinta Negra Mole do Terrantez e do Bastardo. Mas não meus caros, tal como aprender a conduzir num Ferrari não será a melhor forma de iniciar a condução, também nos vinhos temos que dar tempo ao tempo.

Por último, deixo-vos uma sugestão para uma rápida aprendizagem dos madeiras: Numa das feiras de vinhos que se fazem em Portugal, encostem-se a uma bancada de vinhos da madeira e provem tudo! Facílimo e só pagam o bilhete!

Um Comentário

  1. Luís Amorim
    Luis Amorim Dezembro 17, 2014 at 9:10 pm #

    Muito bom. Gostei da dica das feiras. ;)

Deixar uma resposta