Jantares Vínicos

Uma das grandes dificuldades que com que qualquer enófilo se depara quando pensa em ir a um restaurante é o de poder usufruir de boa comida conjugada com o seu maravilhoso mundo dos vinhos. Não é fácil, pois se em Portugal existem milhares de restaurantes com boa comida, já o mesmo não se pode dizer dos vinhos que apresentam. Não me vou aqui debruçar sobre a forma e quantidade/qualidade das listas, mas sim no que hoje em dia regula tudo o que fazemos: O preço. É só olhar para qualquer lista de vinhos da maior parte dos nossos restaurantes e perceberemos de imediato que os preços praticados são no mínimo indecorosos.

Foi então que esbarrei com a solução: Os jantares vínicos que hoje em dia alguns restaurantes associados a produtores proporcionam aos seus clientes. Ora então o que poderia querer mais: Entrada, prato de peixe, prato de carne e sobremesa tudo pensado para harmonizar com os vinhos de determinado produtor e ainda por cima muita das vezes o próprio enólogo está presente para nos ajudar a perceber alguns detalhes que sozinhos provavelmente não iriamos lá chegar. Foi então assim um desses repastos proporcionados pelo Restaurante Bom Sucesso Gourmet e pela equipa da Magnum Vinhos onde a sua marca Ribeiro Santo foi a estrela da noite:

Entrada: Salada de Rúcula com Pera Caramelizada e Foie Gras, acompanhada por Espumante Ribeiro Santo DOC Dão

Bolha fina, uma frescura na boca e uma acidez capaz de meter qualquer fois gras na linha!

photo 1 (4)photo (46)

Prato de peixe: Camarão Grelhado com manteiga de Chili, lima e coentros, harmonizado com Vinho Ribeiro Santo Premiun Encruzado.

Cheio de mineralidade, com notas citrinas, para um encruzado surpreendeu pela leveza da tosta  provocada pelo estágio em barricas de 500 litros (detalhe explicado pela enóloga). Um “must have” para amantes de encruzado. Adorei!

photo (44)photo 2 (2)

Prato de carne: Secretos de Porto Preto com Risotto de Cogumelos e o Vinho Maria Mora Reserva Tinto.

Cheio de aromas a frutos vermelhos, alguma baunilha da madeira, na boca o volume certo para acompanhar este prato, que de tão bom que estava, nem me deixava provar o vinho descansado!

photo 2 (1)photo 3 (1)

Sobremesa: Doce do Mercado e Vinha da Neve Branco DOC.

Pelo que percebi, mesmo os enólogos não sabiam como o seu vinha da neve se iria portar com uma sobremesa destas. No entanto com um vinho desta qualidade podemos arriscar tudo! Um vinho cheio de mineralidade, uma acidez envolvente casada com uma tosta de madeira nova equilibrada até ao limite da perfeição. O meu favorito.

photo (45)photo 4 (1)

Muitos parabéns  chef José Ribeiro, responsável de cozinha do Bom Sucesso Gourmet do Hotel da Música pela excelente harmonização e que este seja o primeiro de muitos jantares vínicos!

Por ultimo, um brinde à Magnum Vinhos e aos seus magníficos vinhos na pessoa da sua enóloga Lúcia Freitas, que foi de incansável simpatia comentando e acompanhando a prova de cada vinho, numa informalidade contagiante.

Nós, prometemos responder ao desafio e um dia destes visitar a Quinta do Ribeiro. Daremos noticias dessa visita!

 

Ainda sem comentários

Deixar uma resposta