12 Comentários

  1. Luís Amorim
    Luis Amorim Abril 29, 2014 at 10:03 am #

    Muito bom Valter! Excelente a ideia! Quem será o próximo?

    • Valter Neves
      Valter Neves Abril 29, 2014 at 11:23 am #

      Obrigado Luis! Continua a seguir o blog e deixa-te surpreender…

  2. Maria Isilda Lima Abril 29, 2014 at 2:21 pm #

    Obrigada Valter! Gostei de conhecer o enólogo que está por detrás do Soalheiro vinho que, na minha humilde opinião, se bebe sempre com agrado. Venham mais enólogos!

    • Valter Neves
      Valter Neves Abril 29, 2014 at 2:41 pm #

      Obrigado! Ainda bem que gostou do artigo e pelo que vejo, também do vinho deste grande produtor e enólogo português.

  3. Guilherme Lima
    Guilherme Lima Abril 29, 2014 at 10:44 pm #

    Excelente artigo. Muito interessante! Parabéns!!!

    • Valter Neves
      Valter Neves Abril 30, 2014 at 8:58 am #

      Ainda bem que gostas Guilherme, deu-me imenso prazer escrever. Abraço!

  4. Mariana Maio 1, 2014 at 7:51 pm #

    Obrigada, Sr. Luís Cerdeira, pelo Soalheiro!
    Obrigada, Valter, por me teres dado a provar este vinho que se tornou o meu favorito!

    • Valter Neves
      Valter Neves Maio 5, 2014 at 12:25 pm #

      Mariana, nunca mais esquecerei a tua expressão quando te sussurrei a palavra “maracujá” e tu respondes: “Isso mesmo!”.
      Obrigado pelo teu comentário.

  5. Rosa Amélia Barbosa Maio 5, 2014 at 3:39 pm #

    Por duas razões muito fortes, agradeço-lhe Valter a sua entrevista ao Engenheiro Énologo, António Luis Cerdeira.
    A primeira razão prende-se com o facto de acompanhar o percurso de vida tanto de António Luís Cerdeira, como do Alvarinho Soalheiro. António Luís tinha que ter sucesso pela sua dedicação às vinhas, ao vinho e essencialmente pelo seu Saber e Humildade. A segunda razão, e para mim a maior, é o facto de Cosme Barbosa, meu marido, que já partiu, ter sido “padrinho” deste fabuloso néctar que tem como deus, Baco.
    Agradeço-lhe Valter, uma vez mais, este momento e o seu gosto pelo Alvarinho Soalheiro.
    Rosa Amélia Barbosa

    • Valter Neves
      Valter Neves Maio 5, 2014 at 6:15 pm #

      Cara Rosa Amélia, fico-lhe muito grato pelas suas palavras que provam que pode haver vidas e emoções muito fortes associadas a um vinho…

  6. Zé/Manel Maio 5, 2014 at 4:37 pm #

    Parabéns Valter!Excelente entrevista..parabéns também ao enólogo Cerdeira pelo seu excelente vinho!!
    Nós, temos sempre o previlégio de sermos “quase”os primeiros a provar o que o nosso genro nos põe no copo e desta vez superou as espectativas!!!!

    • Valter Neves
      Valter Neves Maio 5, 2014 at 6:25 pm #

      Gostei de saber que gostaram pois como se pode verificar por toda a envolvência deste espaço, sem família e amigos não faz sentido falarmos de vinhos…

Deixar uma resposta